Reprodutores áudioguia, acessorios, base carregadora.

Áudio guias

Leitores audio guia, acessorios, base carregadora.

Sistema de guia de grupos, mala de carregamento.

Rádio guias

Sistema de guia de grupos, mala de carregamento.

Locuções, áudios teatralizados, áudio-guias acessíveis.

Conteúdos

Locuções, áudios teatralizados, audio guias acessíveis.

Áudioguia GPS para autocarros, Apps, conferências.

GPS bus - Apps

Áudioguia GPS para autocarros, Apps.

AUDIO GUIA DE PORTO

Audioguia de Porto

1. INTRODUÇÃO

Bem-vindo ao Porto, uma cidade com grande importância na história de Portugal, já que ela própria deu o seu nome a este belo país. Ao visitar o Porto, irá descobrir uma cidade autêntica, com um ambiente único. As suas fachadas coloridas e decadentes, as suas pontes, o seu famoso vinho, a sua gastronomia e a sua gente acolhedora, fascinam e atraem muitos visitantes.

Com quase 300 000 habitantes, é a segunda cidade mais populosa de Portugal, depois de Lisboa. O Porto situa-se no noroeste do país, na foz do rio Douro.

As suas origens remontam a uma pequena aldeia celta, à qual os romanos acrescentaram um porto, batizado de "Portus Cale", o que deu origem ao nome de Portucale. Graças à sua atividade marítima e comercial, a cidade teve muita relevância ao longo da história.

Em 1996, o centro histórico do Porto foi classificado como Património da Humanidade pela Unesco, o que vos dá uma pista sobre o quão valioso é o seu património. Estão preparados para percorrer a cidade com o nosso audioguia?

Comecemos a visita! 

Audioguia de Porto- Introdução

1. Audioguia Porto, Introdução

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Porto, Introdução

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Porto, Introdução

- Idioma castelhano
- Formato mp3

2. IGREJA E TORRE DOS CLÉRIGOS 

Começamos o nosso audioguia do Porto com um dos monumentos mais emblemáticos da cidade: trata-se de um conjunto arquitetónico de inspiração barroca, construído no século XVIII. É composto pela igreja, pela Torre, e unindo as duas, a Casa da Irmandade.

A Irmandade dos Clérigos encomendou a construção do edifício ao arquiteto italiano Nicolau Nasonai. Esta iniciou em 1754 e foi concluída em 1763. Nasoni conseguiu aproveitar com grande engenho o desnível do terreno e criar um conjunto muito singular.

A Torre dos Clérigos mede 75 metros de altura e foi, durante muitos anos, o edifício mais alto de Portugal. Se conseguirem vencer os seus 225 degraus, poderão desfrutar de uma vista incrível da cidade do Porto. Durante a subida, reparem nos 49 sinos que a torre tem. A sua altura e a sua localização num lugar alto fazem com que seja um bom ponto de referência para nos situarmos na cidade. De facto, os marinheiros que navegavam pelo rio Douro usavam-na como referência nas suas travessias.

A igreja tem uma planta em forma de elipse. Outra característica muito singular deste monumento é a sua galeria, que rodeia toda a nave, e permite observar a igreja no seu conjunto.

A Casa da Irmandade está aberta ao público como museu e disponibiliza um percurso pelos espaços privados que outrora estavam destinados à vida quotidiana da Irmandade dos Clérigos. 

Audioguia de Porto - Igreja e Torre dos Clérigos

2. Audioguia Igreja e Torre dos Clérigos

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Igreja e Torre dos Clérigos

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Igreja e Torre dos Clérigos

- Idioma castelhano
- Formato mp3

3. A RIBEIRA
 
Que tal se agora dermos um passeio com o audioguia pela margem do rio Douro, entre a Ponte D. Luís I e a Ponte da Arrábida?

A Ribeira é um dos locais mais emblemáticos e pitorescos da cidade. As suas ruas estreitas e os seus edifícios antigos dão-lhe um aspeto boémio e algo decadente, com muito charme. A Ribeira mantém um ambiente medieval que se pode apreciar em cada uma das suas construções e dos seus becos. Nas margens erguem-se umas casas estreitas e coloridas, algumas decoradas com apelativos azulejos tradicionais. No rio há umas embarcações tradicionais de madeira amarradas, chamadas rabelos, que se usavam antigamente para transportar o vinho.

As ruas estreitas empedradas da Ribeira estão repletas de pequenos bares e restaurantes que servem pratos clássicos portugueses, como sardinhas grelhadas, ou um bom bacalhau. Muitos cafés escondem-se dentro dos arcos medievais, e no verão montam as suas esplanadas na Rua Cais da Ribeira, que se estende ao longo da margem. É uma zona muito animada para sair à noite e assim poder apreciar as vistas e o ambiente noturno.

Ao lado do rio Douro, a Praça da Ribeira está rodeada de casas coloridas do século XVIII.

Desde a Ponte Dom Luís I, que tem dois níveis, obtém-se uma magnífica vista e pode-se chegar a Vila Nova de Gaia. 

Audioguia de Porto - A Ribeira

3. Audioguia A Ribeira

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia A Ribeira

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia A Ribeira

- Idioma castelhano
- Formato mp3

4. A CATEDRAL DO PORTO (SÉ)
 
Depois de passear pela Ribeira, propomos-vos agora usar o Funicular dos Guindais para subir até à Sé do Porto. Situado na parte alta da cidade, no bairro da Batalha, este lugar é um dos melhores miradouros da cidade. De um lado, podem ver o rio e as suas margens, e do outro, o centro histórico do Porto, com os seus edifícios antigos e fachadas coloridas.

A Sé, ou Catedral do Porto, é um dos edifícios mais antigos e importantes da cidade. Graças às explicações deste audioguia, vai entender porque apresenta uma arquitetura tão eclética.

A origem da Catedral remonta ao século XII; portanto, exibe um estilo românico: o seu aspeto exterior sóbrio e a rosácea da fachada ilustram exatamente isso. O interior, com a sua abóbada de canhão e o seu aspeto austero e pouco decorado, lembra-nos também, pela sua simplicidade, que esta catedral nasceu românica.

Mas as obras da catedral prolongaram-se até ao século XIII, pelo que se incorporaram alguns elementos góticos no conjunto: por exemplo, o claustro ou a capela funerária de João Gordo são de estilo gótico.

Esta mistura de correntes estéticas não termina aí: o exterior da catedral sofreu várias modificações na época barroca, pelo que muitos elementos são próprios do estilo barroco. Por volta de 1772, construiu-se uma nova portada para substituir a românica original. Outros exemplos são as cúpulas das torres ou o altar-mor. Por volta de 1736, o arquiteto italiano Nicolau Nasoni acrescentou um belo nártex barroco à fachada lateral da catedral.

Continuamos o percurso com o audioguia para aceder ao claustro gótico do século XIV. Vale bastante a pena visitá-lo. Está decorado com azulejos brancos e azuis, que representam cenas da vida da Virgem e as Metamorfoses de Ovídio. O acesso ao piso superior faz-se através de uma escada, também desenhada por Nasoni, e permite visitar vários espaços: entre eles, destaca-se a Casa do Cabido, na qual se expõe o Tesouro da catedral, uma boa mostra de escultura, ourivesaria, livros e outros objetos litúrgicos. 

Audioguia de Porto - Sé

4. Audioguia Catedral de Porto

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Catedral de Porto

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Catedral de Porto

- Idioma castelhano
- Formato mp3

5. MERCADO DO BOLHÃO 

Entrar no Mercado do Bolhão com o audioguia é como voltar atrás no tempo: parece que os anos não passaram lá dentro.

Barulhento e colorido, algo decadente, mas ainda assim encantador, o Mercado do Bolhão é um dos sítios mais emblemáticos do Porto. No seu interior acolhe todo o tipo de bancas, com grande variedade de produtos.

Tem dois andares, com um grande pátio interior. Até tem umas mesas onde se pode comer. Pode aceder-se ao seu interior por uma das suas quatro entradas.

A história deste local remonta ao ano de 1839, quando se decidiu construir uma praça num enorme lamaçal. Este, atravessado por um riacho, formava uma grande bolha de água, que posteriormente deu o nome ao mercado. Com os anos, a praça foi-se transformando num mercado, até que o seu tamanho se tornou insuficiente. O projeto inicial de construção do novo mercado foi abandonado por motivos económicos; e em 1914 ergueu-se o atual edifício neoclássico de dois andares. Para aquela época, a edificação acabou por ser uma estrutura inovadora, que combinava o betão armado com estruturas metálicas, cantaria de granito e cobertura de madeira.

Hoje em dia, encontra-se num estado bastante degradado e precisa de reabilitação. 

Audioguia de Porto - Mercado do Bolhao

5. Audioguia Mercado do Bolhão 

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Mercado do Bolhão 

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Mercado do Bolhão 

- Idioma castelhano
- Formato mp3

6. VILA NOVA DE GAIA
 
Embora pareça fazer parte do Porto, na realidade, Vila Nova de Gaia é uma cidade diferente. Para alcançá-la basta atravessar a ponte D. Luís I, pois situa-se do outro lado do rio Douro. Com o audioguia, pode passear ao longo das margens do Douro, percorrer as suas ruas estreitas e escadas, e, sem dúvida, visitar alguma das famosas adegas onde se fabrica o vinho com denominação de origem Porto.

A ponte Dom Luís I, inaugurada em 1886, é um dos símbolos da cidade. Esta ponte metálica, com um grande arco de ferro, foi criada por Théophile Seyrig, sócio do famoso engenheiro Gustave Eiffel. É composta de dois níveis; no superior passa o metro e no de baixo os carros. A ponte pode-se atravessar a pé nos dois níveis.

No local, encontrará cerca de 50 adegas, entre as quais podemos mencionar neste audioguia nomes como Calem, Sandeman, Taylor's, Real Companhia Velha ou Cockburn's Port Lodge. Todas elas nos oferecem uma detalhada visita, que nos permite conhecer o processo de elaboração. O percurso termina com uma degustação de vinhos.

Uma das estampas mais típicas da margem do Douro são os "rabelos", uns barcos de madeira coloridos que outrora eram usados para transportar os tonéis de vinho, e que hoje em dia proporcionam passeios aos turistas.

Outra possibilidade para explorar a área é andar no teleférico de Gaia. Permite vencer o desnível entre as margens do rio Douro e o cimo da ponte D. Luís I; além disso, podemos apreciar o Porto de outra perspetiva. A viagem inclui um copo de vinho e o teleférico deixa-nos num miradouro com uma vista muito boa.   

Audioguia de Porto - Vila Nova de Gaia

6. Audioguia Vila Nova de Gaia

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Vila Nova de Gaia

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Vila Nova de Gaia

- Idioma castelhano
- Formato mp3

7. O VINHO DO PORTO
 
Paradoxalmente, o vinho do Porto não se semeia nem se produz no Porto, mas no Alto Douro; dali é transportado para ser macerado nas adegas que ficam em frente à cidade, em Vila Nova de Gaia, do outro lado da Ribeira. Mas é do Porto que é exportado para o resto do mundo, graças à posição privilegiada da cidade na mesma foz do rio, que, historicamente, facilitou as exportações para a Inglaterra.

A região do Alto Douro, situada a cerca de 100km do Porto, sempre produziu vinhos, embora não se consumissem fora do território português. Em 1678, estourou a guerra entre a França e a Inglaterra, fazendo com que as exportações de vinho por parte da França cessassem. Perante esta situação, os ingleses colocaram os seus olhos no aliado português para saciar a sua sede e o vinho do vale do Douro começou a consumir-se por toda a Grã-Bretanha.

Os britânicos estabeleceram, então, várias casas produtoras de vinho em Portugal, usufruindo do monopólio da produção, até que, no século XVIII, os portugueses também entraram no negócio, fundando a Companhia Velha.

As vinhas estão situadas em socalcos muito íngremes, cuja geografia impressionante não permite a industrialização do cultivo. A colheita é realizada de forma manual, desde há mais de dois mil anos. Devido a este grande valor cultural, a zona do Alto Douro encontra-se protegida pela Unesco.

Depois da uva ser recolhida, é conduzida até às adegas situadas em Vila Nova de Gaia. Aí, pouco depois do início de sua fermentação, mistura-se o sumo da uva com aguardente. Isso corta a fermentação do açúcar da fruta, o que faz com que continue a ser um vinho doce. Este tipo de vinhos é conhecido como vinhos fortificados, e, como tal, têm uma percentagem elevada de álcool, entre 19 e 22 graus.

Existem vários tipos de vinhos do Porto: entre os vinhos do Porto tintos, o Ruby envelhece em imensos barris entre 8 e 10 anos; o Tawny envelhece em tonéis mais pequenos, e este elevado contacto com a madeira permite-lhe adquirir outra cor e outras nuances. O Porto branco é fermentado em barris de mais de 20 mil litros, e é classificado de acordo com o seu nível de doçura.  

Audioguia de Porto - O vinho do Porto

7. Audioguia O vinho do Porto 

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia O vinho do Porto 

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia O vinho do Porto 

- Idioma castelhano
- Formato mp3

8. MOSTEIRO DA SERRA DO PILAR
 
Localizada em Vila Nova de Gaia, do outro lado do rio Douro, a próxima paragem do audioguia é o mosteiro da Serra do Pilar. Oferece uma vista magnífica da área mais antiga da cidade e do rio. Conserva a igreja e o claustro construídos em 1538, classificados como Monumento Nacional. Este mosteiro é um exemplar único em Portugal, devido ao facto de que tanto a igreja como o claustro serem de planta circular, modelo mais típico da arquitetura civil.

A igreja é uma réplica da igreja de Santa Maria Redonda de Roma, e é coberta por uma abóbada hemisférica, rodeada por um varandim. A sua construção estendeu-se por 72 anos, devido à falta de recursos e à situação política do momento: o reino de Portugal estava então ocupado pela vizinha Espanha, pelo que este monumento adotou o nome de uma santa espanhola, Nossa Senhora do Pilar.

Em 1832, durante o Cerco do Porto, o convento foi transformado em fortaleza improvisada e foi utilizado como base militar. O convento, que já não existe, pertencia aos clérigos regentes de Santo Agostinho, que lá se instalaram no século XVI. No início do século XX, transformou-se em Quartel das Tropas e, atualmente, está sob a autoridade do Regimento de Artilharia da Serra do Pilar.

No interior da Igreja, destacam-se alguns retábulos de talha dourada, com colunas torsas e esculturas de madeira policromada, do século XVIII, representando Santa Eulália, Santa Apolónia e Santo Agostinho. O claustro, de planta circular, conta com 36 colunas jónicas. 

Audioguia de Porto - Mosteiro da Serra do Pilar

8. Audioguia Mosteiro da Serra do Pilar

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Mosteiro da Serra do Pilar

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Mosteiro da Serra do Pilar

- Idioma castelhano
- Formato mp3

9. RUA DE SANTA CATARINA
 
A rua pedonal de Santa Catarina é, por excelência, a rua comercial no centro do Porto. Percorrê-la com o audioguia, a partir da Praça do Marquês de Pombal, permite-nos descobrir uma das ruas com mais agitação. Durante o percurso, além de restaurantes, lojas e um centro comercial, passarão por algumas igrejas e perto do Mercado do Bolhão.

De facto, nesta rua encontrará uma das igrejas mais bonitas do Porto: a Capela das Almas. O mais impressionante é a sua fachada, coberta por 16 000 azulejos azuis e brancos, que relatam as vidas de Santa Catarina e São Francisco de Assis, os santos aos quais esta igreja é dedicada.

Outra das paragens recomendadas pelo audioguia está situada no número 112 da Rua de Santa Catarina. É o café Majestic, referenciado em qualquer guia do Porto. É um local especial, no qual devemos entrar e contemplar a sumptuosa decoração e deleitarmo-nos com os seus mármores, esculturas e madeiras nobres. O estabelecimento abriu as suas portas em 1921, convertendo-se num café de tertúlias muito apreciado, e era visitado frequentemente por personalidades da vida cultural e artística da cidade. Na sua fachada e nas paredes reina a linguagem do Art Nouveau, que nos transporta para os anos vinte e para a belle époque; não é em vão que, em 2011, foi considerado o sexto café mais bonito do mundo, apesar da sua grande lotação e dos seus preços elevados! 

Audioguia de Porto  - Capela das Almas
Audioguia de Porto - Majestic Café

9. Audioguia Rua de Santa Catarina

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Rua de Santa Catarina

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Rua de Santa Catarina

- Idioma castelhano
- Formato mp3

10. BAIRRO DO BARREDO
 
Para aqueles que queiram saborear a verdadeira essência do Porto, é imprescindível percorrer o Bairro do Barredo. Entre o movimentado Cais da Ribeira e a Catedral, esconde-se este antigo bairro medieval muito deteriorado, que constitui o coração da cidade.

Um labirinto de ruas estreitas e desgastadas, escadarias e becos, conduzem o transeunte numa contínua ascensão até ao cimo do Monte da Sé, onde se ergue a majestosa silhueta da Catedral. Enquanto subimos pelas escadas do Barredo, ou Escadas das Verdades, descobriremos lugares com encanto ao virar de cada esquina.

Entre as casas que parecem estar quase a cair, podemos ter uma certa sensação de solidão e nostalgia; no entanto, a cor ocre intensa das fachadas, a roupa estendida ao sol e o verde das plantas que adornam as varandas dão uma nota de cor e de vida que nos convida a passear pelas ruas estreitas, em busca de lugares autênticos que não vêm nos guias turísticos.

Um dos monumentos mais representativos da zona é a "Torre do Barredo", situada no Largo da Vandoma: a sua construção remonta ao século XII e é o exemplo de arquitetura civil mais antigo da época medieval na cidade. Também podem dar uma olhada no curioso Painel Ribeira Negra, localizado na Praça Dom João I, e na Casa do Beco dos Redemoinhos, no Largo Professor Abel Salazar.

Percam-se por essas ruas e deixem-se levar pelos vossos impulsos, sem rumo, e não hesitem em tomar uma cerveja, um refrigerante ou um vinho num dos pequenos locais que se encontram na área, e por que não, meter conversa com as suas gentes, e assim descobrirão o verdadeiro sabor do Porto. 

Audioguia de Porto - Bairro do Barredo

10. Audioguia Bairro do Barredo

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Bairro do Barredo

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Bairro do Barredo

- Idioma castelhano
- Formato mp3

11. A IGREJA DE SÃO FRANCISCO
 
Talvez o exterior desta igreja não vos chame muito a atenção, para além do seu tamanho e da sua curiosa portada. Construída em granito, no início do século XIV, pelos Franciscanos, podem apreciar-se elementos românicos e góticos na sua arquitetura. No entanto, a sua portada e o seu interior são de estilo barroco. Ao entrar, irão aperceber-se do tesouro que se esconde no seu interior. Os seus tetos e paredes estão totalmente revestidos de ouro, o que confere um aspeto muito ostentoso a esta igreja. Este revestimento dourado de capelas, abóbadas, colunas e outros detalhes foi realizado no século XVIII e é considerado um dos melhores exemplos do Barroco Europeu.

Além do seu revestimento dourado, outro elemento de destaque da igreja de São Francisco é a árvore de Jessé, uma escultura de madeira policromada, que se encontra na capela lateral de Nossa Senhora da Conceição. Foi realizada entre 1718 e 1721 pelos mestres artesãos Filipe da Silva e António Gomes e representa a genealogia de Jesus Cristo.

E, se vos parecer pouco e quiserem mais surpresas, entrem nas catacumbas situadas debaixo da igreja: estão aqui enterrados numerosos monges franciscanos e famílias nobres da cidade. No entanto, o mais arrepiante das catacumbas é, sem dúvida, o ossário, com centenas de ossos humanos, que se podem observar atrás de um vidro colocado no chão. São anteriores a 1866, data em que foram proibidos os enterros nas igrejas, por motivos de saúde pública.

Para terminar a visita com o audioguia, o Museu de São Francisco oferece uma mostra de arte sacra e objetos litúrgicos, num edifício construído por Nicolau Nasoni, o mesmo arquiteto que realizou a Torre dos Clérigos.  

Audioguia de Porto - Igreja de São Francisco

11. Audioguia igreja de São Francisco

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia igreja de São Francisco

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia igreja de São Francisco

- Idioma castelhano
- Formato mp3

12. O PALÁCIO DA BOLSA
 
Ao terminar a visita da igreja de São Francisco, o audioguia propõe-vos agora um percurso pelo Palácio da Bolsa, situado ao lado daquela. Construído entre 1842 e 1891, este impressionante e enorme edifício de pedra, de estilo neoclássico, esconde divisões finamente decoradas. Originalmente sede da Associação Comercial do Porto, é hoje a sede da Câmara de Comércio e Indústria da cidade.

Ao entrar, encontrarão um grande pátio central, chamado Pátio das Nações, coberto por uma estrutura de vidro que deixa entrar muita luz natural. Na sua parte superior, reparem nos escudos das 27 nações com as quais a Associação Comercial do Porto mantinha relações comerciais no século XIX.

Uma bela escadaria de granito e mármore permite subir a salas espetaculares, como a Corte do Antigo Tribunal do Comércio, adornada com grandes pinturas históricas; a sala das assembleias gerais, coberta de madeira; a Sala Dourada, decorada com folha de ouro; e a Sala dos Retratos, que possui quadros dos últimos reis de Portugal, como Pedro IV e Manuel II.

Mas, sem dúvida, a mais impressionante é o Salão Árabe, com os seus 300 metros quadrados. De estilo mourisco, inspirado na Alhambra de Granada, aí se realizam as receções oficiais. A Sala Presidencial também merece especial atenção, com retratos dos presidentes da Associação Comercial; e a Biblioteca, com mais de 10 000 volumes nas suas prateleiras. 

Audioguia de Porto - Palácio da Bolsa

12. Audioguia Palácio da Bolsa

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Palácio da Bolsa

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Palácio da Bolsa

- Idioma castelhano
- Formato mp3

13. A IGREJA DOS CARMELITAS E A IGREJA DO CARMO

Seguindo o vosso trajeto pelo centro do Porto, parem por um momento com o audioguia para visitar estas duas igrejas, situadas uma ao lado da outra. Um detalhe muito curioso é que estão separadas por uma casa estranha, que pode presumir-se ser uma das mais estreitas de Portugal!

Se olharem para os dois monumentos, verão à esquerda a igreja dos Carmelitas, assim chamada por ter pertencido à Ordem dos Carmelitas Descalços. Esta igreja do século XVII destaca-se pela sua torre sineira revestida por azulejos azuis, tão típicos do Porto. Na parte superior, as imagens de Santa Teresa, São José e Nossa Senhora do Monte Carmelo guardam os três arcos que permitem a entrada. No seu interior, descobrirão seis capelas de tons dourados e um altar muito bonito.

À vossa direita está a igreja do Carmo, cujo estilo rococó é muito diferente do estilo da sua vizinha, o que nos indica que a sua construção foi posterior, datando de finais do século XVIII. A sua fachada de granito é composta de dois níveis e um frontão, onde se erguem as figuras dos evangelistas. As imagens dos profetas Elias e Eliseu ladeiam a entrada. Esta igreja surpreende sobretudo pela sua grande parede de azulejos, situada na fachada lateral. Elaborada em 1912, desenhada em azul e branco, representa a Imposição do Escapulário no Monte Carmelo. O interior da igreja expõe belos retábulos dourados de estilo rococó, além de uma interessante coleção de pinturas. O altar-mor e a abóbada também merecem ser mencionados neste audioguia. 

Audioguia de Porto - Igreja dos Carmelitas e igreja do Carmo

13. Audioguia igreja dos Carmelitas e igreja do Carmo 

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia igreja dos Carmelitas e
igreja do Carmo 

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia igreja dos Carmelitas e
igreja do Carmo 

- Idioma castelhano
- Formato mp3

14. O PORTO CULTURAL
 
Se as pernas ainda têm força e têm vontade de ver mais, o Porto ainda tem muito para oferecer ao incansável viajante.

Os amantes da literatura e os fãs de Harry Potter passarão um momento agradável na Livraria Lello e Irmão, na Rua das Carmelitas, número 144. A escritora J. K. Rowling inspirou-se na sua decoração para a sua famosa saga. O interior vale a pena, com a sua imponente escadaria e o seu grande vitral de 30 metros quadrados, colocado no teto, que deixa passar a luz. Não é em vão que é considerada por muitos a livraria mais bonita do mundo. E os 3000 visitantes que recebe diariamente comprovam-no.

Se o que vos apetece agora é um pouco de arte, dirijam-se para o Museu Soares dos Reis, que é o museu mais antigo de Portugal. Situado no majestoso Palácio dos Carrancas, alberga cerca de 13 000 obras de arte, portuguesas quase na totalidade, dos séculos XIX e XX. Se gostam mais da arte moderna, o Museu de Serralves será a vossa escolha.

Outro lugar muito interessante é o Centro Português de Fotografia. Está situado na antiga cadeia da cidade do Porto e percorrer o edifício é uma experiência assustadora, já que as exposições são intercaladas com celas e antigas salas de punição para os presos. Este museu guarda grande parte do património fotográfico do país, desde antigos instantâneos organizados por temas, até câmeras com mais de 100 anos de história.

A arte está presente em lugares inusitados, até mesmo... na estação de comboios! O interior da estação de São Bento parece um museu, graças aos seus 20 000 azulejos, que contam a história de Portugal. Situada perto da grande Avenida dos Aliados, em pleno centro da cidade, foi inaugurada em 1916. O edifício é da autoria do arquiteto José Marques da Silva, enquanto que os azulejos são obra do artista Jorge Colaço.

Outra proposta deste audioguia é a Casa da Música, um centro cultural onde são organizados eventos e concertos. O edifício foi projetado pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas, e embora estivesse previsto abrir as suas portas em 2001, ano em que o Porto foi capital europeia da cultura, foi inaugurado em 2005. O edifício destaca-se não só pela sua forma invertida e a sua curiosa fachada, mas também pela versatilidade e adaptabilidade do seu espaço interior, adequado a diversos usos. O piso superior é ocupado por um restaurante que oferece excelentes vistas sobre a cidade do Porto.  

Audioguia de Porto - Livraria Lello e Irmão
Audioguia de Porto - Centro Português de Fotografia

14. Audioguia O Porto cultural

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia O Porto cultural

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia O Porto cultural

- Idioma castelhano
- Formato mp3

15. LOCAIS EXCECIONAIS NA NATUREZA

Se, depois de tanto asfalto, vos apetecer respirar e usufruir de um pouco de verde, um passeio pelos jardins do Palácio de Cristal é uma boa opção. Caminhar por entre as plantas aromáticas e medicinais, roseirais e árvores, é outra maneira de apreciar as vistas sobre a foz do rio Douro.

Também podem conhecer o Parque da Cidade, o maior parque de Portugal, com 83 hectares. Se viajarem com crianças, é uma visita muito recomendável: podem realizar experiências científicas no Pavilhão da Água, como por exemplo, compor música, observar ilusões de ótica, aprender como se forma um tornado, como se comportam as ondas e muito mais, tudo através da água.

Em seguida, em frente ao mar, no final do parque, pode entrar no aquário Sea Life Porto, que participa em vários programas de proteção e conservação de espécies marinhas. O túnel subaquático faz com que se sinta envolvido pelo mar, e atrás da piscina das mantas e das raias, há um túnel secreto que as crianças adoram!

Por último, nada como contemplar o oceano para recarregar energia e interiorizar todas as sensações deixadas pela vossa estadia no Porto. Para finalizar a nossa visita com o audioguia, sugerimos passar algumas horas na costa da Foz do Douro. Situada na zona ocidental do Porto, na foz do rio Douro para o Atlântico, pode percorrer o passeio marítimo, apreciando as vistas e o ar marinho, sob a vigilância dos fortes que outrora protegiam a entrada da cidade por via fluvial.

Até já! 

Audioguia de Porto - jardins do Palácio de Cristal
Audioguia de Porto - Foz do Douro

15. Audioguia Locais excecionais na natureza

- Idioma português
- Formato mp3

Audioguia Locais excecionais na natureza

- Idioma inglês
- Formato mp3

Audioguia Locais excecionais na natureza

- Idioma castelhano
- Formato mp3